Planograma: a chave para o sucesso de Merchandising

O uso efetivo do espaço físico é fundamental para o sucesso de qualquer varejista de loja física. Afinal, você paga pelo espaço, os produtos ocupam seu espaço e os clientes entram e percorrem no seu espaço antes – idealmente – de fazer uma compra.

Mas planejar como você usará seu espaço de varejo nem sempre é fácil. Se você não tiver um plano em prática, pode surgir dúvidas de como traçar o caminho do cliente na loja e quais produtos vão aonde. 

É aí que o planograma entra em cena. Os planogramas ajudam os varejistas a planejar o uso de seu espaço e coletar dados para ajudá-los a fazer escolhas mais inteligentes de visual merchandising que impulsionam as vendas nas lojas.

O que é um Planograma?

Um planograma é um diagrama visual, ou desenho, que fornece detalhes sobre o posicionamento de cada produto em uma loja de varejo. 

A colocação é importante no varejo para maximizar as vendas e minimizar o espaço desperdiçado. 

O planograma geralmente é criado por um funcionário de visual merchandising ou por um membro da equipe de publicidade, marketing ou vendas.

Historicamente, os planogramas foram distribuídos na forma de um diagrama ou desenho esquemático, mas cada vez mais os planogramas são gerenciados digitalmente usando tablets e telefones celulares e imagens fotográficas.

Qual é a função de um planograma?

O objetivo final de um planograma é aumentar as vendas, garantindo que os produtos certos tenham a melhor posição na prateleira e a quantidade correta de revestimentos para não sair da venda. 

Os varejistas mudam rotineiramente o layout de suas lojas para levar em conta as mudanças de estação, novos intervalos de produtos ou mudanças na demanda do consumidor, os varejistas usam planogramas para decidir como a seção será exibida e quais produtos serão incluídos no novo layout. 

Também é uma ótima maneira de garantir que o layout siga o processo de decisão do consumidor para garantir que seja fácil comprar.

Vantagens de usar um planograma no varejo

Os planogramas são uma ferramenta muito útil para o trade marketing, pois oferecem vários benefícios. 

Eles permitem que você faça rapidamente versões diferentes de como os produtos serão estruturados nos espaços de vendas. 

Com isso, é possível planejar o aspecto visual das prateleiras e gôndolas, bem como prever melhor o estoque e o material técnico necessário.

Maximizar espaço

O uso de planogramas permite planejar melhor o espaço, otimizando as diferentes áreas de nossa loja. 

Além disso, lhe permite organizar melhor o layout dos produtos e ter mais controle de como cada um deles será apresentado na loja antes de investir recursos para fazer essas mudanças fisicamente.

Além disso, o planograma pode ser convertido em uma ferramenta de negociação com diferentes marcas e fornecedores. Ou seja, o espaço e o local de colocação dos produtos são transformados em elementos de grande valor para as marcas, através dos quais permitem que os gerentes dos estabelecimentos cheguem a acordos especiais e vantajosos para a loja ou distribuidor. 

Também lhes permite dar espaço a uma determinada área, criar um sentimento de propriedade e oferecer-lhes maior visibilidade, o que sem dúvida é atraente para os fabricantes.

Aumentar as vendas

Maior controle e organização se traduz em melhores vendas, além da economia implícita em um melhor gerenciamento de estoque.

Esse controle sobre a localização e a maneira de visualizar os produtos no ponto de venda, acompanhado pelo Business Intelligence, permite realizar determinadas análises que determinam quais posições ou locais podem aumentar as vendas de um determinado produto.

Essas informações são úteis não apenas para aumentar as vendas do produto em particular, mas também permitem criar estratégias de venda cruzada que pode lhe ajudar a gerar maiores lucros para sua empresa.

Quando é preparado um planograma?

Idealmente, um planograma deve ser preparado antes que a mercadoria chegue à loja. O varejista deve ser muito claro onde deseja colocar seus produtos para impressionar os clientes.

Como é preparado um planograma?

Existem vários softwares disponíveis que ajudam a criar planogramas. Esses softwares ajudam os varejistas a desenhar diagramas tridimensionais da loja e a visualizar a imagem geral da loja.

Tipos de planogramas

Existem diferentes tipos de planogramas com base na maneira como os produtos são exibidos nele:

Baseado em texto

Estes são os planogramas mais simples de fazer, mas também os menos intuitivos e com os quais é mais complicado e lento de trabalhar. Consiste em um documento com caixas nas quais o produto que irá em cada espaço é indicado com seu nome.

Baseado em imagens

Esse planograma é mais complexo, pois não apenas detalha a localização dos produtos, mas também a maneira como eles serão exibidos.

Tridimensional

Este é o planograma mais completo que permite visualizar não apenas a localização e despesas dos produtos, mas também a quantidade e a sinalização que os acompanha. 

Sendo em 3D, esses planogramas são criados para cobrir o layout de um departamento inteiro, possibilitando a criação de uma imagem muito próxima ao layout final dessa seção da loja.

 

O que devemos ter em mente ao criar um planograma?

Organização

É essencial organizar produtos para que possam ser facilmente localizados pelos consumidores; portanto, devemos agrupar produtos em categorias intuitivas e reconhecíveis.

Altura

A altura em que colocaremos nossos produtos é decisiva para favorecer sua visibilidade. Os produtos ao nível dos olhos serão os primeiros a serem vistos pelos consumidores, enquanto os produtos em áreas mais baixas podem atrair a atenção das crianças.

Venda cruzada

Um desembolso adequado de produtos pode nos ajudar a gerar mais vendas, favorecendo vendas cruzadas ou complementares. 

Que tipo de análise os planogramas podem fornecer?

Algumas das coisas que você pode aprender com os planogramas (desde que você vincule seus dados)

    • Seus mais vendidos
    • Aquecedores de prateleira ou vendedores ruins
    • Quais promoções venderam melhor
    • Qual a eficácia dos seus displays
    • Quais categorias vendem melhor
    • De onde vem seu lucro
    • Partes quentes e frias do planograma / gôndola
    • Capacidade de prateleira e estoque / movimentação
    • Você está seguindo a árvore de decisão do consumidor
    • Como será o seu equipamento na loja antes da implementação
  • Como o NPD se compara às marcas existentes

Conclusões: uma ferramenta essencial para uma melhor gestão

O uso de planogramas para planejar os espaços gera numerosos benefícios que não devem ser desconsiderados pelos varejistas. Além de ajudar a maximizar os espaços e gerar melhores vendas, também pode ser um suporte muito útil para especialistas em trade marketing e visual merchandising.

Post a Comment