como reter talentos

A importância de desenvolver a retenção de talentos

Talentos não são encontrados a cada esquina, por isso é tão importante que empresas tracem estratégias para manter o colaborador engajado com o propósito do negócio. 

 

Reter talentos envolve um conjunto de planos, políticas e práticas que buscam valorizar os melhores funcionários da instituição. 

 

Colaboradores engajados é o bem mais precioso que o seu negócio pode ter pois, qualquer produto ou serviço depende da força e dedicação de seus funcionários. 

 

Investir na gestão de pessoas e buscar boas práticas para consolidar o vínculo entre empresa e colaborador, pode garantir bons resultados para o negócio como um todo. 

 

Neste artigo vamos explicar os benefícios de um programa de retenção de talentos, como aplicá-lo e melhores práticas para manter seus funcionários engajados. Vamos lá!

 

O que é e porquê investir na retenção de talentos 

De modo geral, reter um talento consiste em um conjunto de práticas e políticas adotadas por uma instituição a fim de garantir que seu profissional acima da média continue trabalhando na mesma por mais tempo. 

 

O mercado corporativo está cada dia mais competitivo, por isso é tão importante que empresas se preocupem em criar planos de ação para que os melhores funcionários não se desliguem da sua função. 

 

A chegada da geração Z no mercado faz com que as empresas tenham que olhar ainda mais para a experiência do colaborador. 

 

Para o professor João Brandão, da FGV, o jovem da geração Z busca um local de trabalho com o qual se identifique e se sinta motivado. Se não houver boas condições financeiras e estiver insatisfeito, vai mudar de emprego com muito mais desprendimento.

 

Quanto custa um desligamento para instituição 

Bons gestores reconhecem a importância de um colaborador, entretanto, para alguns ainda é difícil pensar em estratégias para valorizar e reter.  

 

O custo da contratação de um novo funcionário, levando em consideração o tempo do processo de seleção até a capacitação, pode equivaler de 12 até 18 meses de salário daquele funcionário. 

 

Olhando para o employee experience ou experiência do colaborador

Pensando na jornada de experiência do colaborador, ao ser contratado por uma empresa, ele deseja ser reconhecido e recompensado pelo seu trabalho, o profissional espera ser motivado e engajado para que possa sentir-se útil e valioso. 

 

É importante o gestor saber que o sentimento de pertencimento que o colaborador tem pela empresa funciona como uma montanha-russa, com picos de altos e baixos. 

 

É de extrema importância entender o que leva o ápice do sentimento de realização profissional e o que faz com que seu colaborador se sinta somente mais um, com pouco valor para instituição. 

 

É preciso olhar para a cultura organizacional, entender a persona que trabalha na organização, quais são seus anseios e desejos, para então identificar quais são os acontecimentos na rotina de trabalho que reforçam o sentimento de pertencimento. 

 

Neste ponto a aplicação feedbacks one-on-one pode ser uma das práticas adotadas para estreitar a relação entre o líder e o colaborador. 

 

É hora de se perguntar: quais práticas eu aplico “dentro de casa” para reter meus talentos?

Quais os benefícios da retenção de talentos? 

Entendemos o que é e para que serve um programa de retenção de talentos, agora vamos falar dos benefícios que este programa pode trazer para a empresa que está implementando. 

 

Qualidade na entrega

Funcionários reconhecidos são funcionários mais engajados. Quando os funcionários se sentem parte importante do negócio, o nível de qualidade na entrega do trabalho aumenta pois, existe maior probabilidade de desenvolver conexões mentais e emocionais com empresa. Fazendo com que seus funcionários se empenhem mais em entregar uma tarefa bem feita.

 

Melhora no clima organizacional

Uma empresa que se preocupa em reconhecer seus funcionários, e desenvolver um bom plano de cultura para que os mesmos sintam-se conectados e engajados com o propósito do negócio, proporciona um clima mais agradável e humanizado. Afinal, ninguém deseja continuar trabalhando em um local onde se sente indiferente. 

 

Reduz gastos trabalhistas 

Reter talentos custa menos que substituí-los por novos, manter um planejamento de retenção não só reduz gastos de recrutamento e contratação, como motiva os atuais funcionários a se empenharem e produzirem ainda mais. 

 

Desenhar um eficiente plano de continuidade garante que a empresa minimize os custos de turnover, diminuindo o índice e aumentando os lucros. 

 

Atrai novos talentos 

Quantas vezes você já quis trabalhar em uma empresa apenas por ver um post no LinkedIn onde ela promove um evento para capacitação de funcionários, café da manhã para comemoração de resultados ou uma premiação para um funcionário que obteve bons resultados? 

 

Ao realizar esse tipo de ações e promover nos canais da marca, cria-se um desejo em novos talentos de trabalhar na instituição. O que pode ajudar a equipe de recursos humanos na hora da divulgação de uma nova vaga. 

 

Da teoria à prática: como reter talentos 

 

A teoria é linda e a prática mais ainda, por isso, trouxemos alguns exemplos que podem ser aplicados a sua estratégia de retenção de talentos.

1. Preze por um bom plano de carreira 

Empresas que traçam bons planos de carreira, estimulam o colaborador a se desenvolver no seu local de trabalho, talvez este seja o grande ponto para a retenção de talentos, pois cria um vínculo que faz com que o funcionário veja valor na empresa. 

 

Capacitar e oferecer boas oportunidades dentro da casa, mostrar quais degraus o profissional pode atingir, o deixa mais motivado e conectado com seus objetivos. 

 

2. Mantenha o ambiente amigável

Crie um ambiente que ofereça trocas de conhecimentos entre os funcionários, onde a construção da cultura e inovação possa acontecer de forma colaborativa. 

 

Um ambiente repleto de cobranças excessivas, metas inalcançáveis, longa jornada de trabalho e pouco reconhecimento, faz com que o colaborador busque o desligamento. Gestores e líderes precisam desenvolver um ambiente humanizado, amigável, onde o colaborador sinta-se confortável em realizar suas tarefas. 

 

3. Salário compatível com mercado 

Uma cultura legal e inclusiva não é o suficiente para manter colaboradores em uma instituição, afinal, todos trabalham com o mesmo objetivo: ter estabilidade financeira. 

 

Para que você não perca seus funcionários para concorrência, é imprescindível que os salários sejam pagos de acordo com a média do mercado. Comissões, aumentos, bônus e outros tipos de recompensas são definidos por alguns como motivador de peso na hora de reter talentos.

 

4. Aplique pesquisas institucionais

Nada melhor do que os próprios funcionários para dizer como anda o clima da sua empresa, neste ponto as pesquisas institucionais vêm para mostrar como está o clima do ponto de vista dos funcionários. 

 

Existem diversas ferramentas para pesquisa de clima organizacional, escolha a que mais te atende e defina um período para aplicá-las de forma contínua. A grande relevância nessa ação é entender o que aquece e o que esfria o clima organizacional, propondo melhorias constantes e aplicando as sugestões dos colaboradores. 

 

5. Feedbacks constantes 

Bons líderes são aqueles que dão feedbacks constantes e justos, um bom talento é aquele que tem capacidade de receber uma crítica construtiva e se desenvolver ainda mais. 

 

É preciso criar um relacionamento horizontal entre líderes e colaboradores, estreitar e humanizar a relação traz benefícios para ambas a parte, uma vez que um consegue compreender o trabalho do outro.

 

6. Programas de incentivo podem ser uma boa

Desenvolver programas de incentivo dentro da organização é uma boa saída na busca por reter talentos, a campanha permite reconhecer, desenvolver e premiar talentos. Para uma campanha funcionar e engajar seus colaboradores, é preciso ter um bom plano de comunicação, mecânicas bem definidas, metas que vão de acordo com o cargo e uma premiação que combine com o público participante. 

 

Para entender mais sobre campanhas de incentivos, leia o post: Marketing de incentivo: o que é e como promovê-lo. 

 

Encontre o talento nos seus colaboradores

 

Desenvolva uma gestão que coloque o colaborador no centro do negócio, para que ele possa ter suas habilidades desenvolvidas. Não existe uma fórmula pronta para reter talentos, por isso reforçamos a importância de entender a cultura da sua organização para encontrar as melhores práticas de fazer com que o seu talento sinta-se valorizado.

 

Inscreva-se na nossa newsletter e receba mais conteúdos como este para auxiliar na gestão e engajamento dos seus colaboradores. 

 

 

Post a Comment