Guia definitivo para gerar motivação no trabalho

Você sabia que a motivação no trabalho vai além de um salário compatível com o mercado? E que o marketing de incentivo já movimenta mais de 8 bilhões de reais por ano? Saber como motivar uma equipe traz resultados positivos não só para os trabalhadores, mas para toda a empresa.

Segundo pesquisa da Associação de Marketing Promocional (AMPRO), mais da metade das empresas pesquisadas investem em alguma campanha de incentivo e, quase todas (93%) irão aumentar o investimento neste ano. Quer saber a importância do incentivo e como criar campanhas assertivas? Preparamos este guia, para você!

Qual a importância da motivação no trabalho?

Uma observação que pode ser feita, independentemente de pesquisas, é que quando estamos motivados, produzimos mais e melhor. Exercer tarefas com brilhos nos olhos é melhor do que fazer por fazer. A motivação é fundamental em todas as esferas da sua empresa.

A motivação está relacionada ao anseio de conquistar algo, é um desejo intenso que nos faz persistir para alcançar determinado objetivo. E nós realizamos as tarefas com satisfação, o prazer não existe apenas no final do trabalho, ele existe desde a sua execução.

A AMPRO, através do seu Comitê de Marketing de Incentivo, revelou em pesquisa que 96% das empresas consideram importante premiar os funcionários e 87% associam a felicidade às premiações ofertadas. As empresas já enxergam as campanhas de incentivo como estratégias não só de curto prazo.

Estimular os profissionais não é algo que irá gerar resultados temporais. Ao engajar a sua equipe, você irá garantir uma alta performance em entregas de resultados, seus lucros irão alavancar. Basta manter-se estimulado e estimulante para perpetuar seus ganhos.

O que é o marketing de incentivo

Ciente da importância do incentivo aos funcionários e da necessidade de se manter uma empresa motivada e engajada, é preciso estruturar estratégias que desperte nos profissionais esse desejo, que o estimule a trabalhar visando um objetivo específico que, por consequência, irá angariar resultados para a empresa.

Mas afinal o que é marketing de incentivo?

O marketing de incentivo é esse conjunto de estratégias focadas na melhoria do desempenho da sua equipe de colaboradores. Normalmente, são campanhas que envolvem metas e premiações atrativas para as equipes e profissionais que cumprirem os objetivos, em um determinado prazo.

O marketing de incentivo é esse conjunto de estratégias focadas na melhoria do desempenho da sua equipe de colaboradores. Normalmente, são campanhas que envolvem metas e premiações atrativas para as equipes e profissionais que cumprirem os objetivos, em um determinado prazo.

Qual o objetivo de uma campanha de incentivo

Muitos gestores ainda não compreendem o marketing de incentivo como uma estratégia benéfica ao seu negócio. Afinal, ele paga o salário para o funcionário, então é obrigação entregar um trabalho bem feito, senão a punição é a demissão. O que eles não sabem é o benefício dessa estratégia.

Uma campanha para motivação no trabalho pode – e deve – ser implementada quando se almeja aumentar receitas e vendas, reduzir custos, conquistar novos clientes e mercados, reter talentos, alavancar performance e produtividade são apenas alguns resultados de um bom marketing de incentivo.

Se você está preocupado em ter que oferecer uma premiação, com receio de que isso cause um rombo no seu orçamento, saiba que as campanhas de incentivo, em sua maioria, se pagam. Lembre-se: uma equipe engajada entrega melhores resultados, o que traz lucro para a empresa.

Como implementar o marketing de incentivo

É de suma importância que, antes de tudo, estejam alinhadas as expectativas da empresa e colaboradores. A sua estratégia não irá funcionar se não houver motivação, recompensa e reconhecimento. Esses 3 pontos são fundamentais para uma campanha efetiva de incentivo.

Em primeiro lugar, você precisa saber qual a real necessidade para criar essa estratégia de marketing de incentivo. Por que você irá criar essa campanha? Ela condiz com a cultura da sua empresa? E, para quem será a campanha, para toda a empresa ou somente para algumas equipes?

Após esse levantamento preliminar, é hora do planejamento. Você deve definir:

  • qual o objetivo final;
  • metas;
  • regulamento;
  • prazos;
  • critérios de avaliação;
  • ações motivacionais durante a campanha;
  • premiações

É de suma importância que todas essas definições sejam tangíveis, afinal, ninguém é motivado a cumprir metas impossíveis ou por não enxergar reconhecimento e valor naquilo que foi prometido como premiação. Caso contrário, você só conseguirá frustrar seus colaboradores.

Por seguinte, é preciso despertar a atenção dos colaboradores para essa estratégia. Promova o lançamento da campanha com uma apresentação bacana. Novamente, deixe claro que o prêmio é o reconhecimento de um trabalho bem executado, do esforço e talento de cada colaborador.

Enquanto a campanha estiver em vigor, como estamos tratando de incentivo e motivação, não deixe de dar feedbacks. Cada observação relevante, sugestões, opinião pode ser mais um estímulo para que todos continuem empenhados em cumprir suas tarefas.

O final de uma campanha de marketing de incentivo não deve se limitar à entrega de um prêmio e felicitações. Claro que haverá aquela pessoa que enxergará apenas a premiação, mas essa tem que estar à altura dos esforços e resultados alcançados pela empresa, durante a campanha.

Assim como há a campanha para o lançamento, crie um momento especial para divulgar o resultado final. Faça um evento envolvendo a todos e faça questão de frisar o reconhecimento que os colaboradores estão recebendo em forma de prêmio. Não esqueça de mensurar e apresentar os resultados obtidos pela empresa.

Os perigos de uma equipe desmotivada

É inegável que o rendimento de um funcionário está relacionado com os fatores motivacionais. Ou a ausência deles. Como estamos lidando com pessoas e seus sentimentos, há aqueles dias em que estamos cabisbaixos, com problemas e, centrar-se no trabalho é uma tarefa quase impossível.

A vida pessoal, involuntariamente, reflete na vida profissional. E o inverso também. Por isso, é preciso que você e demais gestores estejam atentos aos sinais de uma equipe desmotivada e as consequências para o seu negócio:

  • Queda de produtividade: um profissional desengajado tende a procrastinar e entregar resultados abaixo do esperado;
  • reclamações constante: qualquer coisa é motivo para reclamar? Essas opiniões negativas podem “contaminar” o ambiente, deixando desagradável;
  • faltas não justificadas: se uma pessoa não enxerga motivos para realizar um trabalho ou não gosta do ambiente, ela irá arrumar motivos para se afastar, ou simplesmente deixará de ir ao serviço;
  • mau humor: ninguém é obrigado a estar sempre feliz, mas se o funcionário nunca está satisfeito em estar ali, é um forte sinal de descontentamento.

Barreiras para instaurar o marketing de incentivo?

Uma das dificuldades para a implementação dessas campanhas de incentivo foi sanada com a aprovação da premiação habitual pela Reforma Trabalhista. Mas, agora, o problema principal é interno a cada empresa: conciliar as campanhas às culturas corporativas.

Temos, hoje, uma cultura de negócio que restringe inovações e estratégias que sejam “fora da curva”. Modelos tradicionais ainda são copiados, porque se deu certo para alguém, em determinado momento, sempre funcionará. Ninguém quer correr o risco de fazer diferente, sem a certeza do sucesso.

Além disso, o marketing de incentivo é visto como um novo gasto e não como um investimento. O receio está em investir em uma premiação e não ter um retorno financeiro. Alguns gestores veem o dinheiro sair e acreditam que essa estratégia é apenas para grandes empresas.

Esse é um erro comum. Empresas só se tornam grandes quando investem em pessoas. Quer descobrir quais métodos a Coca-cola, Siemens e outras grandes marcas utilizam para motivar sua equipe? Assine nossa newsletter e fique por dentro das melhores práticas de incentivo.