Dicas de como melhorar o desempenho da sua equipe

Equipe é a base de muitos negócios. Reunir um time de colaboradores competentes e dedicados é o primeiro passo para começar uma empresa de sucesso.

No entanto, não basta apenas juntar bons profissionais em um ambiente e esperar que tudo saia perfeito. É preciso incentivar e apoiar seus funcionários diariamente para garantir que o desempenho deles seja o melhor possível.

Afinal de contas, são eles que mantém a empresa funcionando, desde a secretária do setor de RH até o motorista do caminhão que leva o produto para fora da fábrica.

Nesse post você vai encontrar uma série de dicas para aumentar a produtividade e a motivação da sua equipe. Vem conferir.

Invista tempo em feedbacks

O funcionário de uma consultoria financeira empresarial, por exemplo, se anima ao ouvir um elogio quando está se saindo bem porque gosta de sentir que seu trabalho está sendo notado.

Mesmo se o caso for criticar algum desempenho ou atitude, se isso for feito de maneira educada e em local reservado, o colaborador vai entender e se esforçar para melhorar sua atuação na empresa.

A questão é que mostrar que está atento às atividades que são feitas no dia-a-dia da empresa e que valoriza o bom desempenho aumenta a confiança e a motivação da equipe.

É importante mostrar que o gestor também está aberto a feedbacks porque a opinião da equipe tem valor.

Cultive um ambiente cordial

Os funcionários não precisam ser amigos uns dos outros, mas construir relações cordiais é uma das palavras-chave para melhorar o desempenho de uma equipe.

Se os trabalhadores respeitam uns aos outros e tem canal aberto para conversar francamente, a jornada de trabalho fica menos pesada e mais prazerosa porque a empresa se transforma em um lugar bom de se estar.

Isso também vale para atividades que são realizadas fora da sede da empresa, por exemplo, no caso de uma equipe de dedetização escorpião, que será mais produtiva se os membros dela se sentirem confortáveis uns com os outros.

Procure sempre tornar a jornada de trabalho menos cansativa, quando for possível.      

Estabeleça metas realistas

Uma empresa com metas sólidas e objetivos concretos convence os colaboradores de que o trabalho deles é importante e que vai ser usado para algo maior.

É importante que sua equipe tenha noção das suas aspirações para que ela se esforce em chegar aonde você deseja que ela chegue. 

Nesse processo ela ganha coesão e se integra ao empreendimento.

Para pensar em metas, siga o modelo SMART:

  • Specific (específica);
  • Measurable (mensurável);
  • Achievable (alcançável);
  • Relevant (relevante);
  • Time (temporal).

A meta específica é aquela que traça um prazo para atingir uma realidade já determinada.

Suponhamos que um projeto de paisagismo residencial pretenda aumentar o número de clientes em 20% em um período de 2 meses. Essa é uma meta específica que a empresa deve adotar.

A meta mensurável usa dados exatos para medir a eficácia da empresa. Pode ser o aumento de faturamento de uma fabricante de calçados ao longo de um ano inteiro.

Para definir a meta alcançável o gestor precisa ter uma visão realista do empreendimento e do mercado.

Não há problema em começar com metas pequenas, desde que elas proporcionem um crescimento constante.

A meta tem que ser relevante para a empresa. Tem que levar em conta as ideias do gestor e as ideias da equipe igualmente. Se isso acontecer, a motivação cresce e o sucesso é certo.

Toda meta precisa ter um tempo definido para ser cumprida. Caso contrário, se transforma em algo descolado da realidade dos funcionários.

Faça a gestão de qualidade

A gestão de qualidade é a adoção de medidas para controlar os processos de organização da empresa. 

Ela engloba a gestão de gestão de finanças, gestão de informações e gestão de pessoas, entre outras.

Aplicar essa gestão vai garantir a qualidade do produto final da sua empresa e impedirá a entrega de bens de consumo abaixo do padrão.

Ela é necessária para todos os tipos de negócio, desde produtoras de araras com prateleira até fabricantes de escova de dente.

Apesar desse recurso ter riqueza em detalhes e estratégias é possível dividir em 6 pilares a gestão de qualidade:

  • Foco na satisfação do cliente;
  • Liderança na busca pela qualidade;
  • Pensar nos processos da empresa;
  • Melhoria contínua;
  • Tomar decisões a partir de dados concretos;
  • Cultivar relações com fornecedores e parceiros.

Pense em premiações

Sempre que uma meta for atingida, pense em premiações para a equipe. Esse incentivo tem a ver com a autoestima dos colaboradores e com a motivação deles para continuar entregando um bom trabalho.

Por exemplo, como premiação por um mês de batimento de metas, o gestor pode oferecer à equipe a oportunidade de participar de um consórcio de carros usados.

A compra de um automóvel é uma das grandes conquistas da vida adulta, além de ser essencial na vida urbana. Com certeza seus funcionários vão ficar animados com a possibilidade.

Essa premiação tem que vir junto de instruções sobre a formalização de documentos necessários para dirigir.

Imagine que o prêmio que o gestor está oferecendo é um carro zero quilômetro e a empresa dele tem pessoas com deficiência física.

Ele precisa deixar claro que pessoas com deficiência têm isenção de impostos na compra de carros novos e que elas podem contar com o serviço de despachante PCD para cuidar disso.

Invista em capacitação

A evolução da tecnologia afeta todos os setores produtivos. Novas ferramentas mais avançadas surgem dia após dia para melhorar a produção e venda de vários bens.

Portanto, sua equipe tem que estar profundamente sintonizada com essas mudanças para manter sua empresa relevante.

Invista tempo e dinheiro na capacitação dela. As tecnologias de trabalho remoto agora permitem que cursos profissionalizantes sejam feitos no conforto do lar, então a produtividade da empresa não será afetada.

A capacitação é a diferença entre um negócio amador e uma multinacional. Quanto mais conhecimento, mais possibilidade de otimizar processos e pensar em formas mais efetivas de vender seu produto no mercado.

Cursos e workshops podem ser oferecidos como premiações quando metas forem alcançadas. Assim, o incentivo para aprender será redobrado.

Conheça os pontos fortes e fracos da equipe

Equipes são diferentes entre si e internamente. Cada funcionário contribui com aquilo em que é mais competente.

O dever do gestor é saber os pontos fortes e fracos de cada colaborador e trabalhar a partir deles.

Por exemplo, uma empresa que vende o melhor emagrecedor natural, nela tem aqueles que são mais comunicativos e por isso são ideais para cuidar do atendimento ao cliente.

Ao mesmo tempo, tem aqueles que não são comunicativos, mas lidam muito bem com números e estatísticas. Esses podem ficar responsáveis pela gestão de vendas da empresa.

O mesmo se aplica a empreendimentos imobiliários. No quadro da empresa tem profissionais especializados em gestão de documentos e profissionais comunicativos que podem ajudar pessoas que dizem: quero vender meu apartamento urgente.

Permita pausas

Os tempos mudaram, trabalhar sem descanso da 1 hora da tarde às 5 horas da tarde já não é tão bem-visto como antigamente.

Saiba que as pausas fazem muito bem ao funcionário porque permitem que ele descanse a mente e o corpo, e como consequência, volte às suas atividades com ânimo renovado.

Intervalos podem consistir em se sentar e conversar, jogar videogame ou fazer o lanche da tarde. Em todos esses casos a eficácia é garantida e muito bem-vinda.

O bem-estar da equipe é o da empresa

As dicas mostradas nesse post procuram dar ao gestor ideias para melhorar o desempenho da sua equipe no ambiente de trabalho.

Cada empresa tem sua rotina e suas particularidades, mas todas as dicas foram pensadas como medidas mais genéricas e facilmente aplicáveis.

A visão ampla de todos os processos produtivos e o conhecimento profundo de quem trabalha com você são fundamentais para que essas mudanças façam o efeito desejado.

Afinal, uma empresa é, antes de tudo, quem trabalha nela. As máquinas e tecnologias são fundamentais, mas são complementares ao que o capital humano representa.

O bem-estar da equipe é o bem-estar da empresa. Quem trabalha satisfeito trabalha melhor, por isso não meça esforços para transformar seu ambiente de produção em um local agradável e bem ventilado.

Além disso, ouça o que cada funcionário tem a dizer, seus desejos, opiniões e perguntas. 

Construir uma relação de confiança com eles significa ter um time unido que te seguirá para onde você for com a mesma competência.

Sendo assim, reúna sua equipe, apresente suas novas ideias e ouça as propostas dela. Essa é a receita para um empreendimento de sucesso.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Post a Comment